Reserva do Caraça - MG

Caraça é o nome de um trecho da Serra do Espinhaço localizado nos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, no estado de Minas Gerais - Brasil, aonde funcionou um colégio no qual estudaram grandes personalidades da história brasileira como os presidentes do Brasil Arthur Bernardes e Affonso Pena.

Hoje, o Caraça é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que abrange uma área de 11.233 hectares, cujo nome conhecido também como Santuário do Caraça.
A palavra Caraça se deve à forma que tem parte da serra, que lembra a imagem de um rosto de um gigante deitado.

A serra é formada por picos e morros como: Trindade, Conceição, Olaria, Canjerana, Carapuça, Inficionado e do Sol, este último o ponto mais alto chegando a uma altitude de 2072m.

As águas que descem das montanhas formam belas cascatas e cachoeiras como Cascatinha, Cascatona, Bocaína e Belchior, com suas águas intensamente ferruginosas.
No Caraça há também dois lagos: o Tanque Grande e o Tanque São Luís.
O disco "Missa do Quilombo" de Milton Nascimento, artisto brasileiro consagrado internacionalmente, foi gravado ao vivo, em março de 1982, nas dependências da Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, no Santuário.


Pico do Inficionado

Com 2.046 metros de altitude, localiza-se a 5 horas de caminhada.

No pico há uma gruta denominada Gruta do Cantenário a mais profunda do mundo em formação quartzito.

É obrigatório o acompanhamento de guia local.
Este guia local precisa ser cadastrado na RPPN – Santuário do Caraça.

 


Cascatinha

A Cascatinha está localizada a 2 km do Colégio do Caraça. Seu acesso se dá por uma trilha bem leve e sinalizada. Parte de suas nascentes estão localizadas na região do Pico do Sol, que ao longo do caminho formam várias cachoeiras e piscinas naturais.

 

A maior delas e a mais procurada pelos turistas mede aproximadamente 40 metros de queda. Sua água, como de toda a região, é espumante e amarelada devido a presença do minério de ferro contido nas rochas e também pela ação da matéria orgânica que desce da serra.


Bocaina

A Bocaina encontra-se entre o Pico do Inficionado e a Caraça. É um grande desfiladeiro, neste contraforte da Serra do Espinhaço. É a Bocaina que propriamente nomeou o Caraça como tal.

Sua trilha mede em média 5 Km e se vai até lá tomando o caminho da Cascatinha, no estacionamento dos visitantes. Já na trilha, toma-se à direita na terceira entrada, atravessa-se o rio e continua-se em frente, sempre em direção à garganta do Gigante, que está de perfil, deitado na Serra do Espinhaço. Quando se chega pela trilha à Pedra da Paciência, um afloramento rochoso, segue-se em frente, descendo até sua base, seguindo as setas indicativas, pintadas na rocha, até a Bocaina.


Cascatona

Localizada a 6 km do Colégio do Caraça está a Cascatona, com mais de 80 metros de queda d'água. Seu acesso é feito por uma trilha bastante arborizada, sendo comum a companhia de esquilos, macacos e aves ameaçadas de extinção e endêmicas da região.


Lobo Guará

O lobo-guará é atração constante e infalível para os turistas no Caraça.

 

A vinda do lobo-guará até as escadarias do Santuário do Caraça para comer nas mãos dos padres é um símbolo do amor e dedicação da Direção do Caraça para a preservação da natureza dentro de um, contexto mais amplo, nestas terras do irmão Lourenço de Nossa Senhora.


Campo de Fora

Talvez o Campo de Fora seja o lugar do Caraça mais fácil de ser definido com uma única palavra: paradisíaco.
Este local esconde maravilhas que o Criador deixou para nos embriagar com sua bondade. São muitas cachoeiras espalhadas pelos campos verdejantes de relevo ondulado. Uma merece destaque especial. Após 8 km de caminhada, a vista da cachoeira para quem chega até à encosta é surpreendente.
O riacho de águas tranqüilas precipita-se por entre as rochas que a emolduram, tecendo formas diferentes para cada queda. É um espetáculo, um convite à contemplação. Não há quem resista às suas águas convidativas e às suas piscinas naturais. É um mergulho em em águas deliciosas e revigorantes.